Na verdade eu ia escrever sobre traição. Acho um tema muito bom e que merecia ser abordado por todas as categorias aqui do site (a saber 'QUEM/ O QUE???', 'ASSUNTANDO', e 'BLOG DONATAN').
Mas de onde veio a vontade de escrever sobre traição? Acho que é porque acontece com todo mundo, todu mundo ja foi traido, ou acha que ja foi.
Antes de dormir eu ficava imaginando o que eu iria escrever na proxima postagem. Já estava com dois textos prontos.

No carvanal, jogando bola, machuquei meu dedo. Estou tendo que fazer acompanhamento ortopedico para ver se melhora. Hoje tive que ir ao medico, e descobri que esse tal de blog é uma coisa que vicia.
Meio que cria uma dependencia. Tudo o que via, tudo o que eu ouvia ou tudo de que antes passava despercebido, agora é uma ideia para uma proxima postagem.

Agora me dou conta que não vou escrever sobre traição e nem sobre o que ia escrever antes.
A verdade é que comigo acontece o seguinte: Penso, imagino e até ja tenho o texto pronto na minha cabeça. Mas ao sentar no computador, abrir o bloco de notas (sim escrevo meus textos no bloco de notas!) e começar a digitar, tudo muda.
Todos os conceito e preceitos que ja tinha na cabeça para o texto, somem.
Meus dedos digitam automaticamente, meu cerebro não precebe o que esta acontecendo. É muito automatico mesmo, eu penso e quando vejo ja esta digitado!

Devo confessar que antes não era assim. Eu modestia parte sou um orador muito bom, falo e conveço as pessoas com certa facilidade. Então eu ligava o 'movie maker', botava o fone no ouvido, ajustava o microfone na altura da boca e começava a falar.
Depois, gravava o audio e digitava tudo. Bem o texto mais lido aqui do site  ("O salto agulha") foi feito assim. =D

É bem provavel que esse seja o post mais chato que eu ja coloquei aqui, como disse eu ia escrever sobre traição, mudei de ideia e ao sentar no meu sofá (é fico tanto tempo no computador que aposentei a cadeira giratória e agora tenho um confortavel sofá de dois lugares; no começo era pela confortabilidade de ficar deitado ao assistir as inumeras series que assisto...) e acabei escrevendo sobre nada!
Pra dizer a verdade nem sei em que categoria do site por esse relato, pois nunca imaginei fazer isso!

Assim como nunca imaginei usar gesso, escrever em um blog ou namorar uma criança (pessoa mais nova que eu).
Coisas que hoje faço com uma boa frequencia!

Bem acho que esse é o fim. (para sorte sua, que achou que ia ler algo muito legal aqui e leu essa bostinha!)

A saber, o tema que seria desse texto era uma cronica sobre uma mulher guerreira.
E so para saber: esse post vai para a cateria 'assuntando'.

Até Logo

xD