O BIG Google 03/07/2009
 

O tempo.
Estive pensando por um bom tempo sobre o que eu poderia escrever. Acabei chegando ao tempo.
Sinceramente não sei uma definição correta e simples para o tempo, e acho que esse não é meu intuito.
Sei pouco sobre esse assunto; sei que o tempo não para, que muitas vezes é um remédio e que ele é relativo.
Relativo?
Sim. Por exemplo: 60 segundos da mais pura alegria é pouco tempo, 60 segundos de pura dor é tempo demais.
10 minutos em uma festa é pouco, 10 minutos de silencio apos uma DR é muito.
5 dias sem internet... Muito! Ou será pouco?

No carvanal fui acampar, ficamos na serra durante todo do carvanal, dormimos em barracas, cozinhamos e ficamos em abstinencia de tecnologia. Foram 5 dias de auto conhecimento, cinco dias interagindo com pessoas novas, que eu jamais tinha visto antes.
5 dias sem internet, naquelas circunstancias, bem é pouco...

Mas ja 5 dias, diante do cumputador com ele ligado o dia todo, bem esses dias serão longos sem a internet.

Durante uma das conversas no acampamento, tendo um daqueles papos cabeça que voces sabem que eu gosto, estava com um amigo, entitulado Gilberto, falando sobre teatro, televisão, publicidade e personalidades. Ah e sobre livros também, indiquei para a leitura dele Sidney Sheldon, e ao falarmos sobre personalidades ele se lembrou de um tal Jim Jones.
Bem ele não estava certo da grafia da palavra e disse: Ah poe no 'google' pra ver se é isso.
E a partir daí, diante de  todas as coisas desconhecidas um do outro, mencionavamos o tal 'Google'.

Tah mas o que isso tem a ver com tempo?
Bem dia 31 de janeiro de 2009, o Google teve um erro e ficou fora de ar por 58minutos. O resultado? O mundo parou!

Vivemos em um mundo onde internet= google.
onde não nos preocupamos em detalhes ou em saber a completa informação, apenas nos ligamos no fato principal e pedimos para que o interessando no assunto busque no Google.

Um individuo em 2007, ficou um determinado tempo sem utilizar os serviços da gigante Google. O mais facil foi abrir mão do e-mail (gmail), depois o 'youtube' e por ultimo o buscador, que é o mais completo na categoria.
Ele escreveu o artigo "my life without google" e se voce quer ler poder procurar (onde voce quiser, mas eu recomendo o Google!).

Um exemplo: baixo series americanas. por qual site? Não sei, é so por no Google e ele te mostra uma variedade de sites...

Bem fato confirmado a vida sem google é mais trabalhosa, porem desenvolve atividades mentais importates. É o mesmo mecanismo de uso de calculadoras, chega um ponto em que voce a usa pra fazer 2 x 4. O cerebro atrofia.
Uma vida sem o servidor google, quer dizer uma vida sem: gmail, youtube, google earth, orkut e entre outros.

Conclusão*: Dá para viver sem o Google? Sim,porem é dificil. tentem! 2 semanas. E veremos como isso se tornou  oxigenio em nossas vidas; so percebemos a falta dele  e damos importancia quando estamos sem!

*; fragmento adaptado da "revista da semana"